O que significa Calvinismo?

"Calvinismo significa que Deus, Senhor dos céus e da terra, é absolutamente soberano sobre todas as coisas, boas e más, na terra e no céu, e mais particularmente o calvinismo significa no que diz respeito à salvação que Deus escolhe e elege pessoas em Cristo que vem no tempo e coloca os seus pecados na cruz, de modo que pela Sua maravilhosa graça homens totalmente depravados e incapazes e sem qualquer livre-arbítrio, são trazidos voluntariamente ao Reino de Deus e guardados pela graça de Deus! Porque 'quem Ele predestinou também chamou, e quem Ele chamou também justificou, e quem justificou Ele também glorificou' - Romanos 8:30." Rev. Angus Stewart (www.cprc.co.uk)



sábado, 17 de novembro de 2007

Rir é a Melhor Comédia

"cada um considere os outros superiores a si mesmo" Filipenses 2:3
O meu carro avariou-se e chamei um amigo meu que é meu mecânico para vir ver o que se passava. Quando chegou, trazia um amigo dele que era um brasileiro muito simpático e sorridente. Tentámos os cabos para ligação à bateria do carro dele e nada.
Acontece entretanto que enquanto o meu mecânico tentava ver algum sinal de "vida" no carro, esse rapaz brasileiro viu os meus cd's de hinos clássicos e perguntou:
- Você é evangélico?
- Sou. - respondi.
- Eu também. - dizia ele com um rasgado sorriso de orelha a orelha. - Mas estou desviado. Eu era da Assembleia, e você? continuava ainda com descomprometimento.
- Eu sou Presbiteriano. - afirmei já meio triste com a sua condição, mas mostrando meu apreço.
-Ahh, é mesmo... Presbiteriano Renovado? - interrogou cheio de expectativa.
- Não. Sou Presbiteriano mesmo - disse eu.
- Ah é? Tradicional? Ahhh... - e esfumou-se seu entusiasmo tão depressa como tinha aparecido.
Então pus-me a pensar, enquanto ouvia seu percurso e o convidava a regressar à comunhão com os irmãos, que seria meu estado aos seus olhos pior do que o seu... Alguém o teria ensinado a ver as coisas e os irmãos entre estes 3 níveis: Crentes Pentecostais, Desviados e os Tradicionais no fundo da linha...
He He He, não pude deixar de rir com esta incongruência e de pensar em quantos irmãos que infelizmente têm o mesmo dogma ou fortaleza ou potestade em suas mentes. Enquanto a Palavra de Deus nos diz para considerarmos os outros superiores a nós mesmos, e deve ser por essa Palavra praticada por muitos dos tradicionais que humanamente falando ficam por baixo, como fracos, como indignos... mas na verdade nessa fraqueza o poder de Deus nos aperfeiçoa.
Será que não conseguem distinguir entre tradição na doutrina e tradição de artifícios e hábitos humanos? Talvez não.
Então, não menos a propósito o carro lá pegou a empurrão...

3 comentários:

Pastor Manuel Luzia disse...

Aqui está o meu Irmão Nuno sempre atento e a surpreender.

Como estamos numa de "rir", até parece ser a nossa "cruz" termos que carregar o termo "tradicionais" como se fosse uma coisa desprezível... mentes mesquinhas. Os que chamam de "tradicionais", aquilo que acabamo por fazer não se podia também chamar de tradição?!

E esta hen?

Fico por aqui, um abraço.

Pr. Manuel Luzia

Anónimo disse...

bom, alguém disse há muito tempo atrás que mais vale ser frio ou quente... mas já foi há mesmo muito tempo ;)
Mike

Pr. Manuel Luzia disse...

Mike,
A questão do frio ou quente vem mesmo a propósito. Sabe que muito "boa gente" rotula os chamados "tradicionais" de frios e os quentes são os que fazem barulho, agitam-se mais, gritam mais, é tudo mais... Continuo a dizer: mentes mesquinhas.
A Palavra diz: "Sede fervorosos no espírito..." parece que muitos se baseiam aqui para justificar a sua quentura, porém, o texto continua e diz: "... servindo ao Senhor." Ser fervoroso não tem a ver com o barulho que consigo fazer ou com o tipo de música que uso na igreja, mas sim com o servir ao Senhor. E, este servir leva-nos a reflectir em muitas coisas. Como é o meu testemunho? O que faço honra ao meu Deus? O que faço tem a bênção de Deus? O que sou depende da graça de Deus? Submeto-me verdadeiramente à Soberania de Deus?


Bem, pela GRAÇA de Deus, posso dizer que sou quente. Não sou barulhento, gosto de hinos com conteudo, gosto de ordem e reverência, amo a Palavra, creio na Palavra e só na Palavra, desejo permanecer na Palavra, tal como os nossos Irmãos do primeiro século "Atos 2:42 - E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.", procuro servir ao Senhor. Se ser tradicional é isto, então graças a Deus que sou tradicional. ;)

Fico por aqui.
Pr. Manuel Luzia