O que significa Calvinismo?

"Calvinismo significa que Deus, Senhor dos céus e da terra, é absolutamente soberano sobre todas as coisas, boas e más, na terra e no céu, e mais particularmente o calvinismo significa no que diz respeito à salvação que Deus escolhe e elege pessoas em Cristo que vem no tempo e coloca os seus pecados na cruz, de modo que pela Sua maravilhosa graça homens totalmente depravados e incapazes e sem qualquer livre-arbítrio, são trazidos voluntariamente ao Reino de Deus e guardados pela graça de Deus! Porque 'quem Ele predestinou também chamou, e quem Ele chamou também justificou, e quem justificou Ele também glorificou' - Romanos 8:30." Rev. Angus Stewart (www.cprc.co.uk)



terça-feira, 15 de julho de 2008

Regresso aos Catecismos


Fiquei muito agradado de receber como presente do meu pastor um exemplar do Catecismo de Heidelberg. Esta publicação foi feita pela Igreja Evangélica Presbiteriana de Portugal em 1961 numa tradução do ilustre Eduardo Moreira.

Apesar de meu agrado o facto de me ser de superior sentimento a tristeza que faz um coração entrar em pranto devido à constatação de que algo de ruim aconteceu a esta histórica denominação, para ter em poucos anos mudado de direcção e tornar-se tão contrária à sua Confissão (Westminster) e aos catecismos reformados.

Mas o que eu sonho é ver a igreja do Senhor voltar aos catecismos como sua expressão de fé e de todo o coração. Assim, ficou escrito em 1563 o que os cristãos da Reforma Protestante entendiam acerca da sua fé e interpretavam da Palavra de Deus. Dizer-se cristão evangélico sem concordar com esta expressão é uma contradição.

O Catecismo de Heidelberg é um verdadeiro curso que tem poder para mudar o curso do coração e enriquecer o intelecto. O intelecto é a área mais desprezada pelo cristão de nossos dias, mas basta ver o quanto a Palavra de Deus exorta ao filho de Deus para adquirir sabedoria e orar pedindo Àquele que a dá liberalmente.

O regresso aos catecismos não é um regresso ao mofo de uma religião antiga e artesanal, mas o regresso à vida e ao poder do Espírito Santo que nos guia a toda a verdade. E quem ama a verdade da Palavra Eterna de Deus não pode senão alegrar-se e exultar em seu coração enquanto se deleita em cada pergunta e resposta preparados por homens que conheceram tão bem ao Deus a quem serviam e ali encontram um guia para a pureza cristalina das Águas Vivas da Bíblia Sagrada.

1 comentário:

pastor manuel luzia disse...

Excelente comentário.

É verdade, parece existir uma reacção anti-catecismos, anti-confissões de fé. Alguns "tacanhos de memória" identificam logo catecismos com o catolicismo romano. Nada mais errado.
Claro que não devemos colocar os catecismos ou as confissões de fé acima da Palavra, mas o facto é que estes catecismos e confissões que estamos a considerar, são fundamentados e alicerçados na Escritura e jamais têm como objectivo serem subsitutos da Escritura, antes pelo contrário, eles no ajudam a entender por vezes, de forma mais clara a Sagrada Escritura.

Como pastor creio que temos feito pouco uso destas ferramentas. Se as estivessemos a usar, provavelmente evitaríamos alguns (muitos) problemas.

Que Deus nos guarde.

Em Cristo,

Pr. Manuel Luzia