O que significa Calvinismo?

"Calvinismo significa que Deus, Senhor dos céus e da terra, é absolutamente soberano sobre todas as coisas, boas e más, na terra e no céu, e mais particularmente o calvinismo significa no que diz respeito à salvação que Deus escolhe e elege pessoas em Cristo que vem no tempo e coloca os seus pecados na cruz, de modo que pela Sua maravilhosa graça homens totalmente depravados e incapazes e sem qualquer livre-arbítrio, são trazidos voluntariamente ao Reino de Deus e guardados pela graça de Deus! Porque 'quem Ele predestinou também chamou, e quem Ele chamou também justificou, e quem justificou Ele também glorificou' - Romanos 8:30." Rev. Angus Stewart (www.cprc.co.uk)



sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Pode Deus Salvar um Pentecostal?!


Sei que muitos se sentem atingidos por uma pergunta como esta, mas nunca terá havido um período da história mais propício a fazê-la.

Porquê que se pode fazer esta pergunta?

Eu creio que é porque esse movimento moderno que tem arrasado com a, e na igreja, parte do pressuposto que estão no Caminho, na Verdade e na Vida. Esse é o aguilhão que leva tantos para o outro lado da eternidade onde há pranto de ranger os dentes, pois baseia-se numa auto-confiança ao invés de uma confiança somente em Cristo como Salvador.

Será difícil lembrar que Jesus disse que é mais fácil entrar um camelo no buraco de uma agulha do que um rico no reino dos céus? Quem são os ricos, ou em que modos diferentes podemos ser ricos dessa classe que nos coloca numa categoria tão difícil de salvar?

Ontem, tive o privilégio de falar com 3 jovens de 18 anos e lhes apresentar o evangelho da graça dizendo-lhes as coisas que o homem não gosta de ouvir: que eles eram aos olhos de Deus verdadeiramente abomináveis na sua natureza pecaminosa, que o Senhor os entregaria a seus apetites e luxurias de forma a que eles nunca vissem a alva, que suas esperanças deveriam ser reduzidas a uma certeza de condenação eterna a menos que... se arrependessem de seus pecados, buscassem o perdão de um Deus que é Santo e Verdadeiro, lessem a Bíblia com temor e tremor, buscassem uma igreja verdadeira para congregar, fossem baptizados e unidos a Cristo e passassem a amar Deus acima de todas as coisas e ao seu próximo como a si mesmos. Hoje de manhã, ao invés de fugirem de mim como eu esperava (depois de uma hora de tareia no orgulho próprio e no enganoso coração que o pecador tem), encontrei gratidão e desejo de saberem mais de Deus.

Mas e um Pentecostal que julga no seu coração que Deus é que lhe deve depois de tanto labutar em conquista de almas com um evangelho fajuto? Angariam seguidores e nenhum deles vem a conhecer Deus pelas suas palavras uma vez que elas são desprovidas do Espírito da Verdade que Jesus prometeu para os seus! Eles mesmos são teimosos em aceitar que estão errados, que Deus não é o que eles falam nem faz o que eles dizem?

Há esperança? Se Deus salva o pecador tirando-o de todos os esgotos morais porque deveria ser diferente com um Pentecostal que deseja realmente servir e agradar a um Deus que ele não conhece e não entende?

Realmente o grande drama é que é Deus que dirige os passos de todos os homens e coloca uns num caminho enganoso conduz à perdição, porquanto não amam a Palavra de Deus (Jeremias 6:10). O Pentecostal é rico em suas posições, razões e argumentações e se me inquiriremsobre a diferença de minhas próprias conjecturas direi apenas que diante da Palavra dobro meus joelhos e exponho a minha vergonha em humilhação! No entanto o Pentecostal não é assim. Nada o perturba, nada está acima de seu pensamento e suas impressões subjectivas.
Porquê que se um Pentecostal é guiado pelo Espírito de Deus, seus ministros pregam tão mal? Conhecem a Palavra tão reduzidamente? Administram os sacramentos tão fraudulosamente? Têm vidas pessoais e familiares tão miseráveis? Porquê? - Porque simplesmente não têm o Espírito de Deus!

Pode Deus salvar um Pentecostal? - Direi que para Deus tudo é possível. Ninguém está numa posição irremediável se Deus quiser agir!

Esse é o Deus que o Pentecostal idólatra não conhece! Seu deus é apenas um deus frustrado, um deus que deseja mas não pode, um deus que quer mas não consegue alcançar. Nosso Deus é um Deus que faz TUDO QUANTO LHE APRAZ! Nenhum dos que Deus amou será perdido!

Ó pecador rejeita o que não é de Cristo - tua justiça, tua obra, teu pensamento, etc. Converte-te de teus maus caminhos, volta-te para Deus e Ele se voltará para ti, se somente creres e te arrependeres de tudo o que não está procedendo da bendita cruz do Calvário!


Soli Deo Glória!

6 comentários:

Daniel M.S. disse...

Os puritanos pregavam o evangelho da Graça,começando por apresentar a doutrina do pecado de forma pessoal.Ao ponto que o pecador impenitente se via desesperado e sem solução, em si mesmo...
Muitos pregadores já nem falam mais em pecado. a maioria das mensagens são positivas, extremamente docee venenodas. Continua meu irmão. O resto é com Ele.

Luan Henrique Taveira Marçal disse...

MAS o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demónios,
Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência,

2 Coríntios 11.14 diz ( E não e de se admirar que o próprio Satanás se transforma em anjo de luz ).
É irmão Nuno, Satanás tem se transformado em anjo de luz para enganar as pessoas com falsas doutrinas, e muitos estão vivendo uma vida de apostasia, porque estão ligados nas doutrinas dos homens e não da verdadeira palavra do Deus vivo e único.

Em verdade vos digo: somente a Bíblia Sagrada nos mostra verdadeiramente o Caminho Reto e Seguro.
"Maldito o homem que confia no homem"
"Bem aventurado o homem que confia no Senhor"

Irmão será que os pentecostais serão salvos?

NÃO, Lógico que não, caso algum for salvo, a biblia esta mentindo. A não ser que se arrependa. Esta é minha humilde opinião.

Um forte abraço

Luan Marçal

Luan Henrique Taveira Marçal disse...

OBS: SO DE PENSAR QUE EU JA FUI DE UMA SEITA PENTECOSTAL, EU FICO REVOLTADO, MAS PELA GRAÇA, DEUS ME MOSTROU O VERDADEIRO EVANGELHO

Sarah Catarino disse...

Caro Nuno,
Entrei no seu blog com um título tão lindo, porque sou adepta ferrenha da GRAÇA. Mas não fiquei feliz com o seu post "Pode Deus salvar um pentecostal?" E um batista? E um prebiteriano? E um católico? Poderão ser salvos? Se consigo bem entendê-lo, a graça é para todos...e como nós precisamos dela! Esses rótulos que usamos nada têm a ver com Sua obra em nós.
Já agora, quero dizer-lhe que sou pentecostal e salva!
Um abraço
Sarah

Nuno Pinheiro disse...

Cara Sara,
Sabe o quanto eu a estimo pessoalmente. Minha posição aqui neste agressivo post é apenas tratar de aspectos teológicos. Aqui estou plenamente em desacordo que a graça de Deus é universal (para todos) e mesmo até muitos presbiterianos ou reformados discordarão. Como entendo que graça é cruz, e cruz é a salvação do povo de Deus através de uma expiação limitada, não posso dizer que tenha o mesmo evangelho que um pentecostal, maioria dos baptistas e muito menos que um católico.
Apesar de já não haver mais "antítese" entre os crentes (que são os que conhecem o Deus no qual crêem) e os incrédulos (que são os que crêem num deus obscuro e desconhecido), ainda assim temos de pregar a verdade.
Repare que a provocação através deste título é dirigida ao pentecostal "cheio de si", que sua própria teologia já por si mesma promove esse estado de espírito contrariamente ao ensinado pelo Senhor Jesus quando mostrou a antítese entre o fariseu e o publicano que oravam no monte.
Aproveito ainda para comentar que a percepção da nossa salvação não é subjectiva (caso contrário todos iriam para o céu) mas ela está sujeita a um rigoroso excrutínio da Escritura. Nós devemos afirmar nossa certeza de salvação com base num conjunto de crenças e práticas enraizadas na Sagrada Palavra de Deus.
Cremos nós no que Jesus é na Palavra Revelada? Cremos nós no que os apóstolos creram? Cremos nós no que outros crentes ao longo de 2000 anos de história creram? Se sim, glória a Deus - pois a Deus pertence a Salvação!
Se contudo nossa fé é um rastilho com 100 anos, ou mesmo um rastilho com 5000 mas não está ligado à cruz...

Respeitosamente, NP

Sarah Catarino disse...

Nuno,
Obrigada pela amabilidade da sua resposta, este não é com certeza o lugar para discutir profundas posições teológicas, mas já agora deixe-me citar o que mais gostei no que me respondeu: "Nós devemos afirmar nossa certeza de salvação com base num conjunto de crenças e práticas enraizadas na Sagrada Palavra de Deus." A sua e a minha Bíblia dizem que "pela graça sois salvos, por meio da fé e isto, não vem de vós é dom de Deus" (Ef 2:8)Continuo a acreditar que esta graça é tão grande que tem o poder de atingir qualquer homem. Essa graça produz fé nesse homem, seja ele o que for, mas tudo continua a ser dom de Deus!
Um abraço
Sarah