O que significa Calvinismo?

"Calvinismo significa que Deus, Senhor dos céus e da terra, é absolutamente soberano sobre todas as coisas, boas e más, na terra e no céu, e mais particularmente o calvinismo significa no que diz respeito à salvação que Deus escolhe e elege pessoas em Cristo que vem no tempo e coloca os seus pecados na cruz, de modo que pela Sua maravilhosa graça homens totalmente depravados e incapazes e sem qualquer livre-arbítrio, são trazidos voluntariamente ao Reino de Deus e guardados pela graça de Deus! Porque 'quem Ele predestinou também chamou, e quem Ele chamou também justificou, e quem justificou Ele também glorificou' - Romanos 8:30." Rev. Angus Stewart (www.cprc.co.uk)



quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Deus Lança Pecadores no Inferno!

Lucas 12:5
"Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei."

Pertenci durante cerca de 5 anos a uma igreja local que ficava a cerca de 50 km de minha casa. Nenhuma das vezes que fui a um culto lá foi movido pelo medo de ir para o inferno, mas motivado pelo amor de conhecer mais e melhor o meu Deus. Se contabilizarmos que em média ia 2,5 vezes por semana, com a ida e volta, totaliza cerca de 200 km por semana x 52 semanas num ano são 10.400 km por ano; e nos cerca de cinco anos soma finalmente 52.000 km. Destes 52.000 km cerca de um quarto (13.000) foram feitos no calor do verão e destes, metade (6.500) foi em pára arranca na 2ª circular e IC19 sem ar-condicionado... com minhas filhas bebés.

Onde eu quero chegar com este relatório de contas? Uma medalha? Não. Quero apenas dizer que Deus nos abençoou a fazer sempre estas migrações com alegria e expectativa no coração. Um pecador impenitente não sabe o que é isto. Um crente bíblico não pode nunca atribuir este feito ao livre-arbítrio. E ninguém a não ser o povo de Deus pode compreender esta situação.

Mas que tem o título "Deus lança pecadores no inferno" com isto? Spurgeon dizia "há crentes cujas Bíblias têm suficiente pó, para com seus próprios dedos escreverem a palavra condenação". Se não formos movidos por um desejo contra-natura ou sobre-natura como é o de servir a Deus, qual é a nossa sustentação para esperar o céu após a morte? Alguns supostos cristãos afirmam que o inferno não existe; existem outros que apesar de crerem intelectualmente que existe o inferno nos seus corações não parece no entanto haver fé num Deus que não só tem um inferno, mas faz uso dele (e em grande escala).

Conheci um pastor que gostava de afirmar que devíamos ser bíblicos e que doa a quem doer deveríamos anunciar as verdades de Deus ao mundo. De facto, o que a Bíblia diz? Diz que largo é o caminho que conduz à perdição! Livre Deus os pregadores fiéis de virem um dia acreditar em conquistas globais e universais do evangelho no mundo! Não! São poucos e devemos pregar que só uns poucos entre tantos são de facto e verdadeiramente salvos. Até são poucos os que pregam o pouco de Deus! A graça nos deve bastar. Não devemos confiar em censos. Não devemos esperar facilidades. Não devemos desejar alianças para engrossar fileiras humanas. Não devemos abrir a mão de doutrinas em prol de assistências chorudas. Não devemos entrar no rol dos muitos que vão correndo vertiginosamente para o abismo de fogo ardente!

Numa época em que vemos as igrejas imitando os padrões do mundo em suas músicas, em seu modo de vestir, na sua linguagem, nas suas leis igualitárias; - pergunto: que mundo a igreja está a importar? Nada mais do que um mundo em tudo semelhante a Sodoma e Gomorra. Nada mais a não ser um mundo cuja a cultura (que Deus não está interessado em salvar ou influenciar) é oposta a Deus. Ao seu povo Deus alerta no Salmo nº 9 "Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus".
Pregar todo o conselho do Altíssimo é não ser um proclamador do evangelho "light" do "Deus te ama e te quer salvar se". O Evangelho de Jesus Cristo não tem condicionalismos de obra humana. Deus não te quer salvar, nunca quis e nunca quererá "se" tu fores condenado ao inferno! A prova de que Deus não te suporta é que não tens ido de mal a pior, é que tens amado mais e maiores pecados que sabes serem contrários à moral e pureza. Se Deus quisesse, Ele te salvaria num piscar de olhos! Teu coração derreteria pelos átrios do Senhor - pelos teus irmãos da fé! Tua boca ficaria sedenta da Água da Vida! Teus pecados num ápice se tornariam chumbo sobre teu coração! Sentirias a Bíblia como um manancial e a convicção vinda de Deus que teus pecados estão perdoados e que nada te separará do amor do teu Deus!

5 comentários:

pastor manuel luzia disse...

Amado,

Na giria os mais novatos diriam: "fogo". Estou 101% de acordo com o exposto. Olhamos para a Palavra e vamos encontrar o "pequeno rebanho", ou seja, a salvação universal está fora de questão, caso contrário a Bíblia está toda errada. Se todos se salvam, porquê a escolha/eleição que Deus, o Criador fez?! Não faria sentido.

É de facto um grande e grave problema o que a Igreja de hoje enfrenta - imitar o mundo, fazer coisas, inovar apenas e só com o intuito de aumentar o "Rol de Membros"; apresentar um mapa estatístico de causar inveja... Triste propósito.

A Igreja deve viver de tal modo que seja um verdadeiro exemplo no mundo. Quando se luta pela igualdade, eu digo que a Igreja verdadeira, precisa ser cada vez mais diferente do mundo. O mundo se odeia - a Igreja deve destilar amor genuíno, primeiro a Deus e depois ao seu irmão na fé - o verdadeiro amor fraternal. O mundo vive na mentira - a Igreja deve falar sempre a verdade. O mundo jaz no maligno - a Igreja deve saber que maior é o que está nela do que o que está no mundo.

Mas a Igreja também deve saber e ter temor deste Deus que manda pessoas para o inferno. É duro? É. É uma afirmação pouco ou nada chamativa? É. Porém este é o nosso Deus.

Um abraço e que Deus tenha misericórdia de nós.

Pr. Manuel Luzia

Lara Gisela disse...

Nuno,
Concordo em absoluto. Só se ouve dizer que os tempos são outros e que a Igreja tem de se adaptar aos tempos que correm. Mas qual adaptação. Se temos de nos «adaptar» a alguma coisa, é a Palavra de Deus. Temos de conhecê-la e sobretudo colocá-la em prática.
Lara

Nuno Pinheiro disse...

Pr. Luzia,
Temos conversado bastante sobre esta pressão que há para que a igreja se torne mais "desportiva" mas não é mais do que uma calamidade com proporções cósmicas. A igreja é para se manter na doutrina que recebeu e não se afastar da simplicidade. Que Deus continue a dar-lhe da sua graça para se manter irredutível quanto a estas propostas!

Cara Irmã Lara,
Fico feliz com seu comentário pois creio que dá glória somente ao autor dessa Palavra que nos tem sido a bênção nas nossas vidas!
De facto, eu não compreendo que os pecadores como eu saiam do mundo para que a igreja deixe de ser o contraste e seja o embrulho do santo para o mundo outra vez... Que sonho, que alegria, que delícia sermos testemunhas de um Deus que sofreu por ser tão diferente deste mundo, simplesmente por Seu amor por nós.

Às vezes fico deprimido ao ver esta vaga levar-nos para perto dos que queremos alcançar mas comprometemos nossa própria fé em nome de uma presumível relevância contextual.

Abraços calorosos

Luan Henrique Taveira Marçal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luan Henrique Taveira Marçal disse...

Irmão Nuno,

Estive novamente a ler este Texto, estive a reflectir. Concordo plenamente em tudo que você escreveu.

Eu estive a ouvir uma pregação que fala sobre o inferno, o arrependimento.. Quero compartilhar com você, este é o link: http://uk.youtube.com/watch?v=i8l5ziu9cpU

O pregador fala o seguinte:

Há apenas uma razão, um motivo para um pecador que se arrepender. E esta é porque Jesus Cristo merece o louvor e a adoração e o amor e a obediência do coração dele. Não porque ele irá para o céu. Se a única razão pela qual você se arrependeu, querido amigo, foi para te livrar do inferno, tudo o que você é, é somente um levita servindo por dez ciclos e uma camisa! Isso é tudo! Você está tentando servir a Deus porque Ele vai fazer-lhe bem! Porém, um coração arrependido é um coração que tem visto alguma coisa da enormidade do crime de brincar de Deus e de negar ao justo e recto Deus a adoração e a obediência que Ele merece!

Por que motivo um pecador deve se arrepender? Porque Deus merece a obediência e o amor que ele se recusou a dar-lhe! Não somente para que ele vá para o céu. Se a única razão pela qual ele se arrependeu é para que ele vá para o céu, então é nada além de tentar fazer um acordo ou de uma barganha com Deus.

Por que motivo um pecador deve se arrepender? Porque Deus merece a obediência e o amor que ele se recusou a dar-lhe! Não somente para que ele vá para o céu. Se a única razão pela qual ele se arrependeu é para que ele vá para o céu, então é nada além de tentar fazer um acordo ou de uma barganha com Deus.

Porque um pecador deve desistir de todos os seus pecados? Por que deveria ser desafiado a fazê-lo? Por que deveria fazer restituição quando ele está vindo ao Cristo? Porque Deus merece a obediência que ele exige!!!

Eu tenho falado com pessoas que não têm certeza de que seus pecados estão perdoados. Eles querem se sentir seguros, antes de estarem dispostos a comprometer-se com Cristo. Mas creio que as únicas pessoas quem Deus realmente testemunha pelo Seu Espírito e que são nascidos de Deus, são as pessoas que, quer sejam eles falem ou não, vem a Jesus Cristo e dizem algo parecido com isso: "Senhor Jesus, eu vou te obedecer, e te amar, e te servir, e fazer o que você quiser que eu faça, enquanto eu viver, mesmo que eu vá para o inferno no fim da estrada, simplesmente porque você é digno de ser amado e obedecido e servido. E eu não estou tentando fazer um
acordo com você!"

Você consegue ver a diferença? Você consegue ver a diferença entre um levita servindo por dez ciclos e uma camisa ou uma Mica construindo uma capela, porque Deus vai fazer-lhe bem e alguém que se arrepende para a glória de Deus? Por que uma pessoa deve vir à cruz? Por que uma pessoa deve abraçar a morte com Cristo? Por que uma pessoa deve estar disposta a, em identificação, descer à cruz e entrar no túmulo e levantar-se novamente? Eu te falo porquê! Porque é o único jeito que Deus pode obter glória de um ser humano! Se você diz que é porque a pessoa vai conseguir alegria ou paz ou bençãos ou sucesso ou fama então não é nada mais que um levita servindo por dez ciclos e uma camisa. Há somente um motivo para você ir para a cruz, caro jovem. E esta é porque até chegar ao local de união com Cristo em sua morte você está defraudando o Filho de Deus da glória que Ele poderia obter da sua vida. Para que nenhuma carne se glorie perante Ele. E até que você tenha compreendido o trabalho santificador de Deus através do Espírito Santo levando você a união com Cristo na MORTE e no SEPULTAMENTO e na RESSURREIÇÃO, você tem que servir no que você tem e com tudo que você tem, o qual se encontra sob a pena de morte: personalidade humana, e natureza humana, e força humana, e energia humana. E Deus não obterá nenhuma glória disto.

Portanto, a razão de você ir para a cruz não é para obter vitória, você obterá vitória. Não é para você ter alegria, você terá alegria. Mas a razão para você abraçar a cruz e segurar firme, até que você saiba que você pode testemunhar com Paulo "Eu estou crucificado com Cristo", não é aquilo que você vai conseguir dela, mas o que Ele obter de você, para a glória de Deus.

http://uk.youtube.com/watch?v=i8l5ziu9cpU&feature=related

Achei muito interessante esta mensagem.

Abraço Reformado