O que significa Calvinismo?

"Calvinismo significa que Deus, Senhor dos céus e da terra, é absolutamente soberano sobre todas as coisas, boas e más, na terra e no céu, e mais particularmente o calvinismo significa no que diz respeito à salvação que Deus escolhe e elege pessoas em Cristo que vem no tempo e coloca os seus pecados na cruz, de modo que pela Sua maravilhosa graça homens totalmente depravados e incapazes e sem qualquer livre-arbítrio, são trazidos voluntariamente ao Reino de Deus e guardados pela graça de Deus! Porque 'quem Ele predestinou também chamou, e quem Ele chamou também justificou, e quem justificou Ele também glorificou' - Romanos 8:30." Rev. Angus Stewart (www.cprc.co.uk)



sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Saramago, Caim e Carreira das Neves


"...sabemos que todos temos ciência. A ciência incha, mas o amor edifica." 1 Corintios 8:1

Paulo, o apóstolo que escreveu tantas cartas de profundidade inalcansável sem a graça de Deus, graça que momentaneamente inspirou homens escolhidos para escreverem a revelação de Seu Ser, Sua Criação e Sua Vontade, disse que todos temos uma certa medida de conhecimento acerca de alguma coisa, esse conhecimento pura e simplesmente infla o espírito, mas pelo contrário o amor edifica. Ao lermos as epístolas paulinas somos cheios de amor, que nos esvazia do ego podre da natureza caída e nos renova pelo entendimento da maravilhosa santidade do verdadeiro Autor das Escrituras Sacras. Essa santidade das palavra e pensamentos de Deus, que nos faz vir em humildade e dependência absoluta. Esse temor tão necessário àqueles que buscam a sabedoria.

Maravilhei-me com a entrevista que vi hoje na SIC de dois homens que são reconhecidos por vidas dedicadas às letras e à produção de ideias e trabalho intelectual. Se não fosse até trágico, daria vontade de rir a forma como a Bíblia reduz qualquer filho de Adão a um plano de igualdade e de incapacidade ou de cegueira (curiosamente um ensaio que ainda faz juz ao nóbel). Entre Saramago e Carreira das Neves não escolheria nem o frio das Neves, nem as brasas do Sahara. Escolheria a brisa fresca e correntes de águas tranquilas de Paulo, o apóstolo de Cristo que com certeza corroborava com a ideia do autor de Hebreus acerca de Caim:

"Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala." Hebreus 11:4

Saramago disse não compreender a razão da rejeição de Deus da oferta de Caim. A Bíblia explica no Novo Testamento que Deus tinha dado dons eternos a Abel. Dons eternos esses que o Senhor Jesus explica dizendo que "a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste" (João 17:3), mostrando o quanto Abel conhecia o santo Deus, a Sua santa vontade e com propriedade a Sua santa Criação. Cristo era o cordeiro que Abel apresentou a Deus, vindo a Deus pelo cordeiro e não pelos próprios méritos. Cristo foi dado por Deus a Abel simbolicamente num animal inocente e sem pecado, para tomar o seu lugar na morte que o seu pecado merecia.

Carreira das Neves disse que não gostou de ler certas coisas no livro de Saramago, mas gostou muito de outros livros deste autor de renome que no entanto caricaturam o Deus da Bíblia. Estas imagens elogia o doutor católico, são geniais. Este abominável tradutor da Bíblia na sua perdição de teologia liberal, foi alvo de uma acertada repreensão por parte de Saramago quando este lhe indicou o quanto ele esquecia o lado literalista de um texto quando sua teologia não tinha respostas simpáticas para dar. Saramago está certo em afirmar que a Bíblia e qualquer texto, em forma de imagens ou não, comunica quer no sentido subjectivo quer no sentido simples e objectivo. A falácia da teologia liberal é exposta até por alguém que é tão cego para entender as Escrituras Sagradas como é Saramago. Podemos muitas vezes não saber a resposta certa e saber no entanto o que não é verdade. Saramago assemelha-se ao Caim que se irou contra Deus, vociferando "por acaso sou eu guardador do meu irmão?".

Caim, também não compreendeu Deus. Aliás, não só não compreendeu a luz mas odiou a luz e amou mais as trevas. A acção de Deus desencadeou em Caim uma cadeia de efeitos que levaram à exposição de seus secretos pensamentos maléficos. Do coração do homem, qualquer homem, provêm somente homicídios e outros pecados que visam Deus e o seu próximo. Tal como Caim, o mundo incrédulo dos descendentes de Caim odeiam o mundo dos crentes de Abel. Carreira das Neves crê e estremece, porém carece de verdadeira fé e bem parece com o Caim das ofertas agriculas.

Entre Saramago, Carreira das Neves ou Caim, prefiro aqueles incontáveis incógnitos, gente humilde mas agraciados para que amem o Senhor Deus, que compreendem que é um Deus santo e grandioso e terrível em juízo, que entendem a sua pecaminosidade, percebem a sua necessidade de justiça e de salvação, e claramente vêem a oferta e o caminho que Deus preparou para todos os que crerem no Seu Filho, o Cordeiro de Deus!
------------ " ----------------
Ó Deus, como são belos os teus santos, ainda que desprezados pelos homens, são cheios da tua mais sublime glória celestial. Cristo é quem justifica o ímpio. Aleluia e glória a Deus nas alturas que providenciou para nós o Cordeiro que tira o pecado do mundo.

João 1:29
"No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo."

2 comentários:

Daniel M.S. disse...

Exactamente.

Abraço

CRISTÃOS ONLINE disse...

Parabéns pelo blog.

Estamos divulgando em nosso site [internautascristaos.com.br].

Deus te abençoe.

Tiago Vieira